Veganarquismo

Libertação animal e revolução social

Autor: Brian A. Dominick
Tradução: Chuy
Cidade: Ponta Grossa (PR)
Editora: Monstro dos Mares
Ano: 1995 (tradução: 2014)
Páginas: 40

Descrição: Embora a teoria da libertação animal e o ativismo poucas vezes sejam bem-vindos ou considerados sérios pela esquerda dominante, muitos anarquistas já começaram a reconhecer sua legitimidade, não apenas como uma causa válida, mas como um aspecto integral e indispensável da teoria radical e da prática revolucionária. Enquanto a maioria das pessoas que se declaram anarquistas ainda não adotaram a libertação animal e seu correspondente estilo de vida – o veganismo – um número crescente de jovens anarquistas estão adotando pensamentos ecologistas e de inclusão-animal como parte de suas práticas gerais.

Capas (clique para ampliar)

1/1
Livros relacionados

Sociologia

2020 - ONG Maringá Vegano 

CNPJ 27.018.695/0001-95

  • instagram
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp